Eu

Eu

Não sou mesmo o que penso que eu sou; 
Muito menos o que muitos pensam de mim. 
Nem sei também porque este Universo, em fim, 
Está sempre a conspirar a meu favor. 

Quem sabe, eu inda tenha outra vida 
Em algum outro Universo paralelo. 
Com o qual eu tenha perdido o elo, 
E neste tenha encontrado uma guarida. 

Quem sabe, sou seguido bem de perto. 
Com a proteção de seres de mim ocultos, 
Minha sombra seja coberta por seus vultos 
E meu real mundo seja apenas um deserto. 

Talvez quando eu tenha que voltar, 
Com as experiencias aqui adquiridas, 
Tenha até que provar em outras lidas 
Que mereça um repouso em novo lar. 

 (E o vinho acabou)kkk 

 (Versos puxados a vinho-16/06/2021- 82 anos em delírio poético) 

Novo Mundo

Novo Mundo

Hoje é domingo, um bom dia ensolarado
E um mar sereno que me convida e eu não vou
Em isolamento social está o homem que já não sou,
Do convívio dos amigos e da família, afastado

As lembranças e as imagens do passado em desfile,
Qual miragem ou espectro ilusórios inalcançáveis,
A zombar da mendiga mão estenda aos impalpáveis
Espaço e tempo que certamente já não existe

Está tudo tão distante como a sacada do castelo
Onde o sorriso das meninas exibia certa emoção
Que ao tímido adolescente parecia uma ilusão,
Mas que bastava como sinal de real desvelo.

Foi-se a criança a quem um arco-íris encantava,
Foi-se o adolescente com seus medos e ousadia,
E o jovem que seu lugar à sombra conquistaria
Além d’águas da vida onde nadava ou se afogava

Hoje é domingo, um bom dia ensolarado
E um mar sereno que me convida e eu não vou
O meu mundo que era imenso já se encurtou
E só me resta um turismo virtual conectado

Eu te amo

Eu te amo

Uma frase tão curta, com a força explosiva de um átomo em processo de fissão. Os consagrados números 3 e 7 por si só já lhe emprestam uma auréola de significativo mistério: Três palavras e sete letras.

Mas, como foi possível que eu convivesse por mais de meio século com pai e mãe sem lhes dizer e sem deles ouvir essa tão bela e significativa expressão?

Continuar lendo “Eu te amo”

Conhecer a si mesmo

Conhecer a si mesmo

“Nosce te Ipsum”

Esse antigo aforismo grego “Conhece-te  a ti mesmo” inscrito no Portal da entrada do Templo (Oráculo) de Apolo em Delfos tornou-se um desafio para a humanidade e particularmente para cada indivíduo.

Embora um sem número de Filósofos já se tenham debruçado sobre o tema, não bastam as suas sábias reflexões para satisfazerem a necessidade individual da busca. Prefiro admitir a máxima do multifuncional jornalista Millôr Fernandes: Livre pensar é só pensar.

Nesse “Livre Pensar”, surgem-me 4 ideias a desenvolver: 1 Comparação individual com outras pessoas; 2 Comparação com a própria sombra do passado; 3 Inserção na realidade atual e 4  Perspectivas do amanhã.

Continuar lendo “Conhecer a si mesmo”

Filhos de militares

Este post não é uma apologia pró ou contra as Forças Armadas. Não é uma crítica. Resolvi postar este texto porque, como filho de militar, pai ex-militar, e meu filho hoje também militar, achei que seu conteúdo traz uma forma diferente de enxergar a educação e oportunidades que filhos de militares têm ao longo da vida.

Comigo foi assim.

Continuar lendo “Filhos de militares”