Dia das Mães

Dia das Mães

Hoje é um “dia das mães”, dia de muita saudade
Pra quem já se despediu, daquela que lhe deu vida; 
Aquela que a mão divina levou para a eternidade, 
A glorificar seus feitos, da sua missão bem cumprida. 

Mãe sublime e devotada, teus filhos oram por ti… 
Áureo trono em gratidão, te erguem em cada mente, 
E creem poder encontrar-te, num dia que há de vir 
Quando o chamado vier, do Arquiteto Onipotente. 

Sabemos que ainda nos velas, sob um manto protetor 
Pois tua fé e orações que sempre nos acompanharam, 
Eram a marca de existência, do teu permanente louvor 
Que na estrada da vida, de muitos males nos livraram. 

Vela, mãe, pela mãe terra que em tua despedida 
Sem relutar tu deixaste, como estação de passagem, 
Agora, tão maltratada, já se encontra exaurida 
Pela humana ingratidão que desfigura sua imagem. 

Terra mãe ou mãe humana , todas são fonte de vida 
A todas devemos um pleito, de gratidão e confiança; 
Todo filho, sem distinção, tem em seu seio guarida, 
Toda mãe é uma heroína; um bom filho é esperança. 

Mas nossa mãe, Mariana, foi uma especial mulher 
Nascida num “mundo cruel” , viveu só para servir, 
Exerceu um papel de mãe, bem muito antes de ser, 
Foi autodidata na vida; e deixou suas lições aqui. 

Mulheres de todas as raças que aceitam essa missão, 
Por Deus criador, a princípio, delegada ao feminino, 
São herdeiras da divindade e trazem vida em profusão; 
Garantir a existência da humanidade, é seu destino 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s